Funcionalidades

O WebComfort apresenta as seguintes funcionalidades fundamentais:

  • Administração e configuração geral da aplicação Web. São providenciadas funcionalidades de administração e configuração de aplicações Web, com as seguintes possibilidades: (1) Configurações várias, e.g., nome da aplicação, editar conteúdo HTML do banner e rodapé; (2) seleccionar e activar linguagens disponíveis na aplicação (e.g., Português, Inglês, Espanhol); (3) gerir categorias de módulos; (4) instalação de definição de módulos; e outras analisadas mais abaixo.
  • Gestão integrada de utilizadores, de permissões e controlo de acessos. São providenciadas funcionalidades para gestão de utilizadores, permissões e controlo de acessos. A política de segurança e controlo de acessos é definida por um sistema flexível de papéis, que permite a criação e gestão hierárquica de papéis de acordo com diferentes requisitos funcionais e ou de negócio. São definidos dois tipos de papéis: papéis de sistema, definidos de forma global a toda a aplicação Web; e papéis locais a uma determinada página. Por outro lado, qualquer utilizador pode ser associado a papéis, e um papel pode ser associado a vários utilizadores. Existe actualmente três tipos de acessos, quer ao nível das páginas quer ao nível dos módulos: acesso de configuração, acesso de gestão e acesso de visualização.
  • Gestão integrada de páginas dinâmicas com múltiplos conteúdos. São providenciadas funcionalidades para criação de páginas dinâmicas, com as seguintes possibilidades:
    • Principal: Definir nome e posicionamento na estrutura hierárquica de páginas da aplicação. Associar e monitorizar workflow da página.
    • Papéis: Associar papéis de sistema e ou criar papéis locais à página. Definir o papel de utilizador responsável pela configuração e edição da página; notar que cada página é criada originalmente pelo administrador da aplicação, que depois poderá delegar a “propriedade” da mesma num determinado utilizador registado.
    • Módulos: Definir os módulos constituintes da página, e configurar para cada módulo os seus aspectos distintivos, e.g. papéis de acesso, disposição espacial. Pode-se ainda importar/exportar os conteúdos de todos os módulos de cada página de/para um ficheiro, num formato neutro XML.
    • Ligações: Estabelecimento de ligações de comunicação entre módulos da mesma página.
    • Tema: Associar tema visual à página.
  • Gestão integrada de conteúdos. São providenciadas funcionalidades para criação, configuração, edição e publicação de conteúdos, nomeadamente:
    • Configuração de módulos, envolvendo (i) a definição do nome do módulo; (ii) a configuração da língua, se língua única ou multilíngua; (iii) a associação de um workflow; (iv) a definição dos papéis autorizados de visualização e de edição; (v) a associação de um tema visual; e (vi) outras configurações.
    • Edição de módulos, existindo diferentes interfaces de edição/gestão dos conteúdos consoante os diferentes tipos de módulos, e.g., textos HTML, listas de links, documentos, imagens, notícias, contactos, mapas.
    • Estabelecimento de relações entre conteúdos de módulos de tipos compatíveis. Nomeadamente, são permitidos dois tipos de relações com o objectivo de promover a reutilização de conteúdos e minimizar a duplicação de informação: cópia de conteúdos e referência de conteúdos. (i) Referência de conteúdos entre módulos permite que o conteúdo de um módulo seja referenciado por outro módulo, de tal forma que sempre que o conteúdo do módulo referenciado é actualizado, essas alterações são automaticamente reflectidas em todos os módulos que o referenciam. (ii) Cópia de conteúdos entre módulos é semelhante à referência de conteúdos, sendo, todavia, que neste caso o conteúdo do módulo referenciado é simplesmente copiado para o módulo destino, não se mantendo qualquer dependência entre ambos. Significa isto, que caso o conteúdo do módulo original se alterar, não existirá qualquer actualização no módulo destino, ou vice-versa.
    • Importação e exportação do conteúdo de um módulo para um ficheiro, num formato neutro XML.
  • Suporte e gestão de temas visuais. São providenciadas funcionalidades para gestão de temas visuais de forma a garantir a separação clara entre conteúdos e sua apresentação. Um tema visual define o estilo visual (e.g., cores, fonte e tamanho do texto, desenho de molduras) de elementos HTML e controlos constituintes de um módulo, respectivamente através da tecnologia CSS (Cascate Style Sheet) e Skins. Um tema visual pode ainda incluir a definição de MasterPage que permite a estruturação espacial de páginas, segundo uma organização tabular de contentores de módulos. Permite, e.g., definir uma página constituída por dois contentores verticais de módulos, enquanto que outra constituída por três contentores horizontais. Por fim, o sistema permite fazer a gestão de temas visuais, nomeadamente: (1) importar temas, a partir de ficheiro com definição de tema visual; (2) editar tema; (3) aplicar tema a toda a aplicação Web, ou complementarmente apenas a uma página ou ainda a um módulo.
  • Suporte e gestão de toolkits de módulos. São providenciadas funcionalidades para gestão de toolkits de módulos de forma a garantir a extensibilidade da plataforma. Um toolkit agrega um conjunto de definições de módulos aplicacionais, que conjuntamente satisfazem determinados requisitos funcionais e ou de negócio, e permitem ainda estender as funcionalidades originais da plataforma. O sistema permite fazer a gestão de toolkits, nomeadamente: (1) importar toolkit a partir de ficheiro com definição de toolkit; (2) editar definição de módulo; (3) desinstalar toolkit.
  • Suporte multilíngua. É providenciado suporte multi-língua para aplicações Web segundo dois aspectos complementares: estático e dinâmico. O suporte multi-língua estático refere-se à possibilidade do programador dos módulos poder providenciar para as suas definições textuais (i.e., labels ou botões) versões em várias línguas (essas definições são estruturadas em ficheiros XML designados por “WebComfort Language Packs”). Por outro lado, suporte multi-língua dinâmico refere-se à possibilidade dos produtores/gestores de conteúdos poderem registar de forma integrada textos em diferentes línguas e, por outro lado, a integração e visualização desses conteúdos textuais ser realizada sobre a mesma aplicação Web, de modo integrado. (Notar que alguns sistemas providenciam suporte multi-língua mas recorrendo à gestão de múltiplas aplicações/sites, um por cada língua. Essa solução apresenta vários problemas de gestão e manutenção, e é usualmente designada por “falso suporte multi-língua”).
  • Suporte e gestão de workflow. São providenciadas funcionalidades para gestão de workflow de aplicações Web, páginas e módulos/conteúdos. Um workflow, neste âmbito da gestão de conteúdos, define os potenciais estados em que um objecto se pode encontrar ao longo do seu ciclo de vida. Por exemplo, um objecto do tipo “anúncio” pode passar pelos seguintes estados “em-edição”, “submetido”, “aprovado”, “rejeitado”, “publicado” e envolver os seguintes eventos e operações “editar”, “submeter a aprovação”, “aprovar”, etc. O sistema permite fazer a gestão de workflows, nomeadamente: (1) definir workflows; (2) importar definições de workflows; (3) associar workflows a módulos e ou páginas; (4) monitorizar e controlar estado de workflows.
  • Integração com a tecnologia WebParts. Os módulos WebComfort agregam a tecnologia de controlos ASP-NET 2.0 WebParts, providenciando consequentemente as suas principais capacidades, nomeadamente: comunicação inter-módulos, integração com sistema de temas visuais, e funcionalidades de drag-and-drop dentro de uma página.